Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As viagens dos Vs

Mulheres nutridas, famílias felizes

As viagens dos Vs

"Não faz mal, mãe! - Pois não, filho!"

23.08.16 | Vera Dias Pinheiro

Conviver com uma criança diariamente permite-nos aprender coisas maravilhosas, especialmente quando deixamos que sejam elas próprias e quando ouvimos de verdade aquilo que têm para nos dizer. Aprendemos, sobretudo, que a beleza das coisas e os motivos para rir e ser feliz está mesmo nas coisas mais banais que podemos imaginar.
Quando um período tão grande de férias se aproxima é normal começarmos a pensar em programas diferentes para fazermos com eles e preocuparmo-nos em ter os dias ocupados e, se possível, com coisas diferentes. E ficamos ansiosos quando não conseguimos sair de casa a horas ou porque dormiu demais na sesta e já é demasiado tarde para sairmos ou porque o ritual da manhã é simplesmente demorado... Somos capazes até ter alguma frustração por ver os dias passarem e muitos dos nossos planos ficaram por fazer.
Mas como nos diz o Vicente quando não quer que nos chateamos com ele por alguma coisa que tenha feito: "não faz mal, mãe, pois não?" E, muitas vezes, não faz mesmo! Como também não faz mal que os dias sejam passados sem fazermos as coisas que tínhamos planeado. Não faz mal se formos apenas ao parque andar de bicicleta ou jogar à bola. Não faz mal, se dermos apenas um passeio a pé ao final da tarde, todos juntos para ir ao supermercado buscar pão ou iogurtes. Não faz mal que o "recreio" seja o largo da capela, onde até já fez dois amiguinhos com quem combina ir brincar no dia seguinte. Não faz mal se as horas passarem e acabarmos todos em casa a brincar. Não faz mal porque ele tem o mais importante: o pai, a mãe e a irmã com ele todos os dias, desde que acorda até que se deita. Não faz, porque as crianças dão valor às pessoas e aos momentos que passam com elas, para o Vicente jogar à bola ou andar de bicicleta com o pai ou com a mãe é o mais importante, independentemente do local.
O que faz mal, sim, é levarmos a vida com demasiada pressão. Faz mal não aproveitarmos a oportunidade que as férias nos dão para termos tempo de qualidade uns para os outros. Faz mal pensarmos muito e não pegar simplesmente na família e ir para a rua. Faz mal não ouvirmos o que os nossos filhos têm para nos dizer ou não lhes perguntarmos em primeiro lugar o que lhes apetecer fazer hoje!
Ainda há muito de Agosto pela frente e o verão tem sido generoso, por isso, agora que as férias começam a terminar, vamos ter calma e não queiramos entrar à bruta nas rotinas! As crianças precisam de tempo, tal como nós, para voltarem a habituar-se aos horários e, acima de tudo, à separação dos pais!
Vamos ter calma com o fim das férias e não deixemos que o "vosso verão" acabe apenas porque os pais regressam ao trabalhos e as crianças à escola.
 
O Vicente estava em pânico a achar que eu ia cair nesta piscina grande!
 
 
 
 
São fotografias que mostram alguns dos nossos passeios improvisados, quando achávamos que já não íamos fazer nada de especial ou quando aquilo que queríamos fazer, não se fez!
Bom Dia!

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.