Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As viagens dos Vs

Mulheres nutridas, famílias felizes

As viagens dos Vs

Monday motivation

20.04.15 | Vera Dias Pinheiro
Hoje parece-me o dia apropriado para partilhar este vídeo com vocês. Afinal, hoje é segunda-feira! Aquele dia da semana em que é importante voltarmos a fazer compromissos connosco próprios, em que vamos compensar os excessos do fim-de-semana, em que vamos fazer aquela caminhada que já andamos a adiar desde a semana passada, ou que vamos ao ginásio, ou simplesmente, que vamos usar mais as escadas e menos o elevador.
Esta coisa de que agora tanto se fala e que, por isso, anda tanto na moda: a alimentação saudável e o desporto, pode parecer muito difícil de implementar no nosso dia-à-dia. Por vários motivos: a falta de tempo, a logística familiar (filhos, marido, banhos, jantares, etc..) e por falta de dinheiro também. Mas, na verdade, é tudo muito mais simples do que parece. Em primeiro lugar, devemos assumir esse compromisso: o da mudança. Depois, basta pegar em pequenas coisas que podemos melhorar e ir alterando. Na alimentação, por exemplo, não é preciso ir gastar o ordenado do mês no supermercado biológico, existem muitas mudanças saudáveis que podemos começar a adoptar, sem gastar mais dinheiro, nomeadamente reduzir o sal que utilizamos quando cozinhamos e o açúcar, reduzir os processados (cereais, bolachas, etc..) e voltar ao básico: as frutas, os legumes, o arroz, as carnes brancas, beber muita água e por aí a fora. E não arranjem desculpas: a comida saudável é saborosa. Usem e abusam das especiarias, dos temperos e depois digam-me se tenho ou não razão. E a seu tempo vão alargando a despensa a outros ingredientes, como a quinoa, o bulgur, entre outros, que tanto cobiçamos no instagram dos famosos do fitness, que colocam fotografias com refeições ou bebidas super apetitosas, mas cheias de ingredientes esquisitos. 
Lembre-se que o mais importante é aprendermos a comer.
No que toca ao desporto, eu aí recomendo alguma cautela no uso do instragram. Por vezes, podemos sofrer de frustração e até desistir mesmo antes de começar, por inconscientemente arranjarmos termos de comparação e que só conseguiremos chegar aos nossos objectivos se fizermos igual à pessoa x ou y. Mais uma vez, o relevante é começarmos pelo básico, ou seja, a mexer o nosso corpinho e criar a rotina e o hábito, arranjar resistência e aprender a executar os exercícios correctamente (para nos salvaguardarmos das lesões). 
Sendo assim, se não for no ginásio, é na rua, se não for durante o dia, há-de ser de manhã ou ao fim do dia. Eu própria já frequentei, durante muito tempo, o ginásio as 7h da manhã. Se gostava? não, não gostava. Por vezes, tinha tanto sono, que achava que chegava lá e ia limitar-me a dormir um bocadinho nos bancos do balneário. Mas a verdade é que depois de lá estar, o sono ia desaparecendo e endorfina ia sendo libertada (aquela hormona responsável pelo aumento da sensação de bem estar e pela diminuição do stress, só para relembrar os mais distraídos). E, em bom rigor, os dias em que me deixava vencer pela preguiça, eram os dias piores da semana. 
Se não podem suportar o custo de um ginásio, não se acanhem e vão treinar na rua. Quando digo treinar na rua, não me refiro apenas à corrida, podem fazer muitos outros exercícios e trabalhar outras partes do corpo como se tivessem num ginásio. Até porque, hoje em dia, a moda é treinar com a força do próprio corpo!

Vamos lá: faltam 3 meses para o Verão!!!




Just for fun :)


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.