Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As viagens dos Vs

Mulheres nutridas, famílias felizes

As viagens dos Vs

As segundas-feiras são dias dedicados à… organização!

DICAS PARA QUEM ESTÁ EM CASA E QUER SER MAIS PRODUTIVO

19.10.20 | Vera Dias Pinheiro

como ser mais produtivo a trabalhar a partir de casa

 

A criação de rotinas (hábitos) específicos para cada dia da semana ajudou-me a conseguir ser muito mais organizada e produtiva. E as segundas-feiras são um dia importante para organizar as semanas e distribuir a minha lista de tarefas pelos dias seguintes.

 

É um dia em que tento estar em casa, sem recados ou compromissos marcados para esse dia. Uma vez que já despachei as refeições da semana no dia anterior, no domingo (por vezes, até no sábado), ganho de imediato tempo “extra” para mim entre segunda e sexta-feira. Acima de tudo, retirou-me daquela angústia de final do dia constante.  

 

As segundas-feiras tornaram-se o dia por excelência em que, entre as minhas tarefas, trato da roupa. Estar em casa o dia inteiro permite-se ir fazendo máquinas de roupa sucessivas, ora de roupa branca, ora de roupa escura, ora de roupa de cor e basicamente é isso. Tento efectivamente restringir esta tarefa a um dia por semana até para garantir tirar o maior partido de cada lavagem. É, de certa forma, uma maneira de ser um pouco mais “eco-friendly”, poupando um pouco mais os recursos do planeta. Todos os dias, faço uma triagem da roupa e, não, não vai tudo para lavar, as toalhas são mudadas semanalmente e as roupas de cama de quinze em quinze dias.

 

As segundas-feiras são igualmente o dia de olhar para a agenda e de distribuir a minha lista de tarefas por toda a semana. Tenho aprendido que a velha máxima do “menos, é mais” aplica-se igualmente no meu dia-a-dia. Ser realista com o tempo que efectivamente disponho no meu dia-a-dia é essencial, incluindo o tempo de descanso e, até mesmo, para não fazer nada.

 

Durante muito tempo, fazia serões a trabalhar ou a tentar ser mais produtiva. Neste momento, isso acontece quando é realmente preciso, mas fora isso, aprecio muito o meu momento “Netflix & Chill” ao final do dia a seguir ao Vicente e a Laura irem para a cama.

 

Para além disso, neste caminho de olhar mais para dentro de mim, ter compaixão comigo mesma e de não ser a minha pior inimiga, optei por gerir as coisas de forma a ter mais vezes o sentimento de satisfação inerente ao momento em que "riscamos um item da nossa lista", em detrimento da aflição por estar sucessivamente a adiar alguma coisa… por fala de tempo.  

 

De certa forma, decidi permitir-me mais momentos de satisfação pessoal, do que o inverso e sentir-me angustiada por nunca ter tempo para nada. Se foram apenas três tarefas, em vez de vinte numa semana, não me importa o número… entendem?

 

E, para tal, tem sido importante desligar notificações que são não mais do que uma fonte de distração que, para ser sincera, eu dispenso. Tenho encaminhado a minha atenção para, por exemplo, ter a caixa de entrada de e-mails em dia mais frequentemente; para conseguir cumprir com um compromisso pro-activo relacionado com a minha carreira profissional, quer focado no momento onde me encontro agora, quer relacionado com o caminho que quero seguir.

 

Vocês podem estar a perguntar-se, neste momento, como é que se operacionaliza isso tudo… no meu caso, é da forma mais tradicional possível: escrever, riscar, sublinhar, re-escrever na agenda tradicional que tenho sempre perto de mim. Assim como um outro caderno, onde anoto tudo o que é “detalhado” para determinado item e que não posso esquecer.

 

Portanto, e numa altura em que a maioria de nós trabalha em casa, um cenário que não estou a ver que esteja longe de terminar, há rotinas que temos que obrigatoriamente estabelecer para nós mesmos. As dicas, essas, são gerais, depois o nosso trabalho é perceber de que forma é que essas dicas funcionam melhor para nós…

 

Tome nota | Dicas para quem está em casa e quer ser mais produtivo:

 

  • Escolha um ambiente de trabalho, de preferência com luz natural e que seja específico para si. No fundo, é como marcar o seu território dentro da sua própria casa e perante as pessoas que vivem consigo.

 

  • Valorize o conforto.

Talvez, esteja na hora de investir numa boa cadeira de escritório, ou não? Talvez, trabalhar, ao fim de tantos meses, numa cadeira da mesa de jantar já não seja assim tão confortável…

 

  • Estabeleça uma rotina e saiba identificar os seus momentos de maior produtividade – ou aprender a ser mais produtivo quando tem mais tempo disponível.

Eu comecei pelo primeiro e, neste momento, estou no segundo e é o que resulta melhor comigo. De nada me serve ser mais produtiva no horário em que os miúdos chegam da escola, por exemplo.

 

  • Planear a sua semana só não chega, é preciso estabelecer metas diárias e definir prioridades.

 

  • Faça uma coisa de cada vez e minimize as distrações à sua volta.

 

  • Seja rigoroso e não adie nenhuma tarefa.

 

  • Se for do género de pessoa que tem aplicações para tudo, procure aplicações que o ajudem a organizar a sua rotina. Existem muitas disponíveis, umas gratuitas outras não, é uma questão de testar.

Alguns exemplos: Google Calendar, Evernote, Google Keep.

 

  • Por fim, mas não menos importante: saiba a hora de parar e não subestime a importância de descansar… a mente e o corpo!

 

No fundo, no meio de toda esta equação, o importante é não esquecer que devemos ser a nossa primeira prioridade e que só, a partir daí, é que iremos conseguir dar conta do recado, todos os dias, com todas as exigências que conhecemos tão bem.

Portanto, seja a sua prioridade número um!

 

Boa semana!  

 

 

 

 

UA-69820263-1

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.