Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As viagens dos Vs

Mulheres nutridas, famílias felizes

As viagens dos Vs

A festa do Piu-Piu | Aniversário da Laura

04.04.17 | Vera Dias Pinheiro
As mães também fazem o seu caminho e precisam aprender com a sua própria experiência e em relação às festas de aniversário, eu acho que já estou a ficar "curada", porque eu sofria bastante! Como pessoa que sou que tende a ter sempre imprevistos em cima da hora e querer fazer sempre tudo - como eu sou - a probabilidade do estado de nervos ser grande é enorme e é isso que tem acontecido sucessivamente! 

Quando soube que a festa da Laura iria coincidir com um fim-de-semana particularmente preenchido, repeti para mim mesma: "Tu não vais stressar! Tu vais simplificar!" e assim foi. Tirando o facto de ter sido em casa e que isso implica a limpeza e a arrumação no final, foi a festa para a qual tive menos trabalho. Convidei um grupo pequeno de amigos com filhos de idades próximas e que estão habituados a brincar em conjunto; tratei de encomendar logo os salgados e o bolo de aniversário e a decoração foi o resultado de uma junção entre duas pessoas que se complementaram na perfeição, mesmo sem se conhecerem e que deixaram a nossa mesa da sala a brilhar!



Tinha a intenção de fazer as restantes iguarias, mas era impossível sem estar novamente em stress, por isso, imaginem só: compramos tudo feito! Naquela mesa, de caseiro só mesmo as gelatinas, as espetadas de fruta e as sandes que foram feitas por nós, tudo o resto foi só colocar no prato.








Para entreter os miúdos sem ficar com a casa destruída, não podia deixar de aproveitar o dia maravilhoso de sol e o facto de termos um parque ao lado de casa, porque aquilo que as crianças mais querem (e precisam) é de ter momentos para simplesmente fazerem aquilo que lhes apetece e  para andarem à vontade. Não precisam que alguém lhes diga como têm que brincar ou aquilo que têm que fazer. 



Assim, o ponto de encontro foi logo no jardim e depois de toda a energia gasta, fomos até casa para lanchar e cantar os parabéns.

O BOLO


Mas todas as mães precisam de fazer o seu caminho e aprender com a sua própria experiência e eu tive que aprender a usufruir mais do aniversário dos meus filhos - e a trabalhar menos. É preciso encontrar um equilíbrio muito importante e que reside essencialmente em focar-nos que a festa é para as crianças se divertirem! Óbvio que continuo a gostar de ter um bolo bonito, uma mesa com a decoração a rigor, mas é preciso aprender a simplificar e a delegar. E, acima de tudo, sempre sem nos esquecermos qual a nossa disponibilidade financeira para tudo isto. 

Quanto à Laurinha, quase como todos os bebés, acho eu, neste dia, dormiu particularmente mal a sua sesta e passou a tarde meio irritada, meio eufórica. O Vicente, por sua vez, não ficou convencido em haver uma festa apenas para a Laura e logo com um bolo e tudo e, por isso, apagou a vela muito rapidamente antes que a irmã se lembrasse de o fazer. Já eu, dou por encerrada a época das festividades até Dezembro. Acabou, c'est fini, the end! Reservo-me ao direito de tirar uns valente meses sem ter que pensar em nada destas coisas!

Resta-me agradeço, do fundo do coração, às pessoas maravilhosas que me salvam a vida nos momentos em que eu mais preciso e que contribuem para que, no final, o resultado supere aquilo que eu própria tinha idealizado. 


Decoração:
Flores e decoração da mesa | Papoila Vermelha 
Elementos gráficos (grinalda, toppers e marcadores) | Detalhes by Cat

À mesa: 
Bolo de Aniversário | Bolo de Cor
Mini-Salgados | A cozinha da Rita


Boa tarde!


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.