Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As viagens dos Vs

Mulheres nutridas, famílias felizes

As viagens dos Vs

3 Sugestões para uma lancheira saudável

28.09.15 | Vera Dias Pinheiro
Hoje em dia não consigo acompanhar um programa de televisão do início ao fim e ver todos os episódios sem falhar nenhum. No entanto - e aqui me confesso -  eu sempre gostei de programas que falem e mostrem "o antes e o depois", seja numa casa, numa decoração, bem como, com as próprias pessoas. E um dos programas que vou acompanhando é o Peso Pesado e, desta vez, consegui ver o primeiro episódio desta nova temporada do programa, pela primeira vez, com adolescentes. 

Não posso dizer que não fiquei um pouco chocada, assustada e até, como mãe, senti ali, mais uma vez, a nossa enorme responsabilidade na educação que damos aos nossos filhos e o peso - e consequências - que as decisões que tomamos têm. Estão ali adolescentes com idades à volta dos 16 anos, com pesos bem, mas bem, acima dos 100 quilos; são adolescentes com grandes problemas de auto-estima e de integração na própria sociedade. Ouvir os testemunhos dos seus pais, perdidos sem saber o que fazer, mas assumindo que a responsabilidade é apenas deles, pois se tinham fome eles deixavam comer; quando iam ao supermercado compravam as coisas que eles mais gostavam (e não estavam a referir-se a alimentos saudáveis) e assim foi, durante anos e anos, e naquele momento, a única saída que vêm para os seus filhos é a entrada naquele programa de televisão.

Independentemente dos gostos televisivos de cada um e até da opinião em relação a este programa em particular, na minha opinião, o que aqui está em causa é, por lado, a qualidade da nossa alimentação e principalmente da dos nossos filhos que, não tendo quem os ensine a comer, se deixam ir pelo mais fácil ou por aquilo que é hábito comer-se em casa. E, por outro, é preciso aceitar que existem perigos associados a uma alimentação deficiente e pobre em nutrientes e que isso, acima de tudo, acaba por ter consequências ao nível do desenvolvimento físico e mental.

Se repararmos, a quantidade de açúcar que começamos por ingerir logo ao pequeno-almoço, procurando, muitas vezes o mais rápido e o mais prático, como os cereais de pequeno-almoço - alguns deles, ditos integrais - é muito grande. Por vezes, numa dose normal, conseguimos ultrapassar a quantidade de açúcar diária recomendada para um adulto (imagine-se em relação a uma criança). O pequeno-almoço é a refeição mais importante do nosso dia - e isto já não é novidade para ninguém. É aqui que deve ser fornecida entre 20% a 25% do total da energia que precisamos para o nosso dia e o ideal é que à nossa frente tenhamos: lacticínios - cereais integrais - fruta.

Os lanches, a meio da manhã e a meio da tarde, servem para repor um pouco mais da energia e para fornecermos ao cérebro os nutrientes necessários para este se manter atento e dinâmico o resto do dia. E é aqui que, muitas vezes, falhamos. Por vezes, e como forma de contornar um "não quero" ou um "não gosto", por parte dos miúdos, lá vai uma guloseima ou uma bolacha na lancheira. Outras vezes, é apenas porque nos falta a imaginação para encontrar alternativas saudáveis. 

E foi precisamente a propósito das alternativas saudáveis, que pedi às Work&Shop (que conheceram aqui) para partilharem, comigo e com vocês, o resultado do seu último workshop.

lancheira saudável + work&shop + receitas saudáveis + snacks saudáveis + sumo detox + pesto saudável + lanches saudáveis

Com o tema: Lanches saudáveis para crianças, fazia também parte do desafio preencher as quatro divisões de uma lancheira (hermética e que conserva o frio). 

Querem saber o resultado? Ora vamos lá.

lancheira saudável + work&shop + receitas saudáveis + snacks saudáveis + sumo detox + pesto saudável + lanches saudáveis
Foto: Ideias Saudáveis - parceira das Work&Shop neste workshop

Na lancheira:
  • 1. Iogurte natural - 2. Granola (receita aqui) - 3. Mirtilos (usem a fruta que os vossos filhos mais gostam) - 4. Mel ou Agave 
Na garrafa: 
  • Sumo natural
(Receita: laranja, cenoura, água, gelo e um bocadinho de mel, tudo misturado).

Na caixa para levar a sandes:
  • Pão de mistura, barrado com pesto caseiro (receita abaixo), uma fatia de abacaxi grelhado e um ovo cozido.
(Receita para o Pesto: Ingredientes: 50gr. de folhas de manjericão; 100gr. de miolo de pinhão; 100gr. de queijo parmesão ralado. Preparação: misturar tudo e juntar um fio de azeite até obterem a consistência desejada)


Estas foram as sugestões das Work&Shop. E por aí, existem mais ideias que queriam partilhar connosco?



Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.